sexta-feira, 18 de março de 2005

GESTOS


Gestos

formas
tocam
invisíveis

tocam

sua geometria
guardei
moldada com o olhar
nas horas mortas

num gesto
sereno e franco
se quebram
e se perdem
para outro olhar
como o meu

bocados reunidos
na tentativa
de continuar
sua história

reunidos

deduzo do gesto
as palavras
que me prendem
me recriminam
e me consolam

deduzo dos gestos
a presença
dos meus mortos

que me prendem
me fitam
me consolam

reuno os bocados
e componho
com o olhar
nas horas mortas

Inez Andrade Paes
-Artista nascida em Pemba residindo em Portugal
*Conheça a ARTE DE INEZ ANDRADE PAES
( http://geocities.yahoo.com.br/andradepaes/arteinez.htm )

Nenhum comentário: