quarta-feira, 28 de setembro de 2005

Homenagem a Lêdo Ivo


(Clique na imagem para ampliar)
Posted by Picasa
De Inez Andrade Paes, artista plástica natural de Pemba-Moçambique e residente em Portugal:
Em homenagem a este poeta, Lêdo Ivo, que Álvaro Lins considera " Um dos três grandes da moderna poesia brasileira" e que recentemente foi agraciado com o Prémio Telecom de Literatura Brasileira, deixo-vos este poema que retiro do livro 50 POEMAS ESOLHIDOS PELO AUTOR , por ele oferecido a Glória de Sant' Anna.

Inez Andrade Paes
PRIVILÉGIO

O dia voa como um pássaro
e os pássaros voam como os dias
num movimento perpétuo.

Os dias voam e são pássaros
As belas imagens do mundo
emigram levadas pelas águas.

Onde estou, a horrível plumagem da morte
não se atreve a cobrir-me. No dia inumerável
os sonhos voam como pássaros.

Ajustei-me às constelações.
Sou um homem que está caminhando
rodeado por todas as estações da terra.

Lêdo Ivo

Nenhum comentário: