sábado, 3 de setembro de 2005

Moçambique - ESTRELA NASCENTE DA ÁFRICA.

Neste sábado, 3 de Setembro de 2005 começa na TV GLOBO a série internacional de quatro episódios que é resultado da primeira co-produção do Futura com uma tevê de país africano.
No ano em que comemora 15 anos, o Globo Ecologia leva ao ar, a partir do sábado, 3 de setembro, uma série internacional que é resultado da primeira co-produção do Futura com uma tevê de país africano: a Soico TV (STV), de Moçambique.
Gravada naquele país com infra-estrutura proporcionada pela STV, a série tem consultoria ambiental do escritor e poeta, além de biólogo, Mia Couto.
As gravações aconteceram durante o mês de maio, quando estiveram lá o diretor, Cláudio Savaget, e o apresentador do programa, Cláudio Heinrich.
Para gravar a série, a equipe do Globo Ecologia percorreu locações em vários cantos do país em busca das imagens que vão apresentar para o telespectador brasileiro um perfil geográfico, social, histórico e ambiental de Moçambique.
No primeiro episódio, o telespectador vai conhecer o Parque Transfronteiriço do Limpopo, uma Unidade de Conservação que se estende ainda por mais dois países – África do Sul e Zimbabwe – e cujas cercas estão sendo gradualmente retiradas desde 2002 para formar a maior reserva natural do mundo.
O Globo Ecologia vai falar da criação do Parque, que tem cerca de 35 mil quilômetros, e do que está sendo feito para que o Transfronteiriço do Limpopo se transforme em uma atração turística do continente africano.
Imagens de arquivo cedidas pela STV vão mostrar para o telespectador brasileiro os primeiros animais que cruzaram, em 2002, a fronteira da África do Sul rumo a Moçambique.
A Unidade, que está sob a responsabilidade e fiscalização dos três países, destina-se à conservação ambiental e ao desenvolvimento sócio-econômico da região.
Os demais episódios da série vão destacar a Reserva Especial de Maputo – ou Reserva dos Elefantes – no extremo sul do país, criada em 1960 para proteger a espécie, que estava desaparecendo; o perfil de Moçambique, que recebeu do jornal norte-americano New York Times o apelido de “estrela nascente da África”; e o Arquipélago do Bazaruto, considerado a pérola do Índico, na região sul do país.

3 comentários:

L. disse...

Do maior interesse, esta notícia. O 1º documentário já foi ontem. Será possível saber a que horas passa este programa?

gotaelbr disse...

Por cá (Brasil) passa sábado de manhã...Mas aí vai o link para a programação da Rede Globo - http://redeglobo.globo.com/
O programa denomina-se Globo Ecologia. Deduzo que possa ser visto na programação via satélite para quem assina a grade de programas da Globo Internacional.

Abraço,

Jaime

L. disse...

Obrigada, aqui só chega o canal GNT, mas vou ver o link que enviou.