quarta-feira, 18 de janeiro de 2006

A PEMBA do Júlio Carrilho XXVII

ARQUITECTURA MODERNA - Moradia unifamiliar.
O pequeno edifício, do qual se apresenta o projecto (DCU-Pemba) e o estado actual pode-se considerar um produto típico do ecletismo modernista dos anos Sessenta e Setenta.
Não obstante as dimensões limitadas do edifício, estão presentes todos os símbolos que no grande público identificam a arquitectura moderna, tal como a planta livre, a sustentação do alpendre em grande V, a cornija da janela como quebra sol enfatizado, os elementos, aparentemente de apoio, que são inopinadamente inclinados.
Pode ser interessante notar que o elemento de sustento em V encontrou grande sucesso de público e está presente em Pemba em muitas construções dos anos Sessenta e Setenta.
O título desta série de imagens leva o nome do Arquiteto Júlio Carrilho por ser (sem desmérito aos demais autores) um dos obreiros desta publicação da FAPF e, em simultâneo, ter sua origem de nascimento no belo recanto de Cabo Delgado.
Poderão ver este e demais textos com imagens em:Home Pemba - História em Imagens e Textos(http://geocities.yahoo.com.br/historiapemba/) .
Fotos e textos extraídos da recente publicação "Pemba as duas cidades" de autoria da Sandro Bruschi, Júlio Carrilho e Luis Lage.
Edição FAPF (Faculdade de Arquitectura e Planeamento Físico da Universidade Eduardo Mondlane - Maputo - http://www.architecture.uem.mz/

Clique nas imagens para ampliar.
Continuaremos colocando aqui, nos próximos tempos, imagens inéditas de Pemba e textos deste excelente trabalho "Pemba as duas cidades".Agradecemos aos autores e a Z. N. C.

Nenhum comentário: