quinta-feira, 7 de setembro de 2006

Moçambique/Tanzania: "Ponte da Unidade" vai impulsionar desenvolvimento.

A construção sobre o rio Rovuma da "Ponte da Unidade" ligando Moçambique e Tanzania, a par do Corredor de Mtwara, deverá dar um grande impulso ao intercâmbio económico, comercial, cultural e social entre os dois países e povos.
A afirmação foi feita ontem, em Maputo, pela Ministra dos Negócios Estrangeiros e Cooperação, Alcinda Abreu no final dos trabalhos da 14ª Sessão da Comissão Mista de Cooperação entre os dois países.
Ainda ontem, o Presidente da República, Armando Guebuza, recebeu a delegação tanzaniana, chefiada pela Ministra dos Negócios Estrangeiros e Cooperação Internacional, Asha-Rose Migiro. Sobre as conversações havidas entre as partes, no final das quais foram assinados diversos acordos de cooperação, com particular destaque para as áreas de agricultura, infra-estruturas, comércio e indústria, minas, entre outras, a chefe da diplomacia moçambicana considerou que apesar do ambiente económico externo adverso e incerto nelas se concluiu que estão em curso, nos dois países, progressos assinaláveis com realce para o fortalecimento da paz, estabilidade e da democracia.
Para a governante moçambicana, a prevalência deste clima constitui uma premissa para que os dois países continuem a registar um desenvolvimento franco e sustentado que concorra para a redução e posterior erradicação da pobreza que é, actualmente, o objectivo nuclear.
Disse que, "durante o nosso encontro, revelamos a oportunidade e a pertinência da institucionalização de contactos permanentes entre os nossos dois governos e, em particular, julgamos ser importante mantermos a periodicidade das nossas sessões".
A 13ª sessão da Comissão Mista de Cooperação realizou-se em Abril de 1992 em Dar-Es-Salaam, na Tanzania sendo que a última foi esta realizada ontem na capital moçambicana, Maputo.
Apesar do facto, a ministra dos Negócios Estrangeiros e Cooperação que de parceria com a sua homóloga tanzaniana, Asha-Rose Migiro chefiaram as delegações governamentais dos dois países, considerou o trabalho desenvolvido pela comissão nesta última de positivo.
"Apraz-nos, pois, constatar que a sessão serviu para renovar a nossa firme determinação de juntos trabalharmos em prol da promoção do bem-estar e do progresso dos nossos dois povos, através da concepção de estratégias novas e exequíveis, bem como pela via da monitoria da implementação das acções acordadas para os próximos dois anos", disse.
Por seu turno, a Ministra dos Negócios Estrangeiros e Cooperação Internacional da Tanzania, Asha-Rose Migiro destacou as relações de amizade e cooperação entre os dois países as quais datam desde muito antes do desencadeamento da luta armada de libertação nacional. Considerou que as conversações havidas, em Maputo, ocorrem num momento oportuno para o aprofundamento dessas relações ao mesmo tempo que apontou que os acordos ora assinados, abarcam várias áreas que vão impulsionar o desenvolvimento dos dois países.
Maputo, Quinta-Feira, 7 de Setembro de 2006:: Notícias

Nenhum comentário: