sexta-feira, 22 de setembro de 2006

Necessária em Pemba escola de turismo.


Operadores turísticos de Cabo Delgado defendem a necessidade de criação de uma escola Técnica Profissional de Hotelaria e Turismo para leccionar os níveis elementar, básico e médio na cidade de Pemba para responder a procura que se verifica na província e na região Norte de Moçambique.
Esta preocupação foi manifestada há dias na cidade de Pemba num encontro promovido pela USAID, Agência Norte Americana para o Desenvolvimento Internacional que financia o programa de Turismo nas províncias de Nampula, Niassa e Cabo Delgado, com 5.5 milhões de dólares norte-americanos.
Defenderam que apesar de existir na província uma faculdade de gestão de turismo pertença da Universidade Católica de Moçambique (UCM) a mesma não absorve a totalidade dos estudantes devido por um lado aos elevados custos de propinas e, por outro, pela exigência de 12ª classe para o ingresso.
"Devia haver aqui na província uma escola vocacional de Turismo e hotelaria para os níveis elementar e básico", defenderam.
Os agentes turísticos defenderam ainda a necessidade de melhoramento das vias principalmente as que dão acesso a locais turísticos, criação de infra-estruturas, proclamação da Ilha do Ibo como património de renome internacional e criação, em Pemba de um centro de exposição de artesanato.
Sobre a necessidade de criação de escola, o director provincial do Turismo em Cabo Delgado, Francisco Loureiro, disse que caso se concretize o sonho dos empresários daquela província o Turismo sairá a ganhar.
"O Governo vai fazer tudo que estiver ao seu alcance para que este sonho seja concretizado", prometeu.
Por seu turno Brad Weiss, da USAID, disse ao nosso jornal que aquela organização Norte-americana vai facilitar todos contactos possíveis incluindo a contratação de um consultor para a ideia da criação da Escola Técnica.
"Vamos facilitar contactos entre agentes turísticos, doadores e o Governo de modo que o que foi aqui dito seja concretizado", disse. Refira-se que a província de Cabo Delgado tem potencial turístico ainda não aproveitado, desde praias, locais históricos, riquezas faunísticas, artesanato e outras.
Maputo, Quinta-Feira, 21 de Setembro de 2006:: Notícias

Nenhum comentário: