sexta-feira, 30 de março de 2007

Cabo Delgado - Camponeses ameaçam abandonar algodão.

Na província de Cabo Delgado, camponeses filiados na União Nacional de Camponeses, UNAC, ameaçam abandonar a produção da cultura de algodão, devido à falta de mercado para a colocação do produto.
Diamantino Nhampossa, porta-voz da Assembleia Geral Ordinária Anual da UNAC, que decorre em Pemba, disse que ao invés do chamado “ouro branco”, os camponeses prometem produzir comida. Disse que a falta de fábricas têxteis para a absorção do algodão concorre igualmente para o eventual abandono da produção daquela cultura de rendimento.
Maputo, Sexta-Feira, 30 de Março de 2007:: Notícias

Nenhum comentário: