quinta-feira, 15 de março de 2007

Ibo (Cabo Delgado) e Chinhamapere candidatos a património mundial.


Moçambique escolheu a Ilha do Ibo, no Arquipélago das Quirimbas, província de Cabo Delgado, e as pinturas rupestres de Chinhamapere, distrito de Manica, como bens candidatos a património mundial da humanidade.
Estas propostas, seleccionadas numa lista de cerca de 100 bens candidatos, dentre eles línguas nacionais, casas e cidades antigas, além de diversas manifestações culturais, deverão ser submetidas à Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO) até Outubro próximo, estando-se agora a acertar os detalhes finais. A Ilha do Ibo é um local de convergência de culturas, onde há indícios de culturas árabes, swahili e europeia, além de que esta faz parte do Plano de Desenvolvimento do Turismo do Norte. Quanto à candidatura das pinturas de Chinhamapere deve-se ao facto de estas constituirem testemunho de existência de povoamentos até há cerca de 3000 anos, naquele local, que se considera único que possui vestígios do género em toda a África Austral.
Maputo, Quinta-Feira, 15 de Março de 2007:: Notícias

2 comentários:

Anônimo disse...

A Ilha de Moçambique tem uma piscina igualzinha! é mesmo a piscina da Ilha do Ibo?
carmo mota

gotaelbr disse...

Assim a encontrei referenciada aqui:
mocambique1.blogs.sapo.pt/

Abs.

Jaime