terça-feira, 5 de junho de 2007

Conjunto Académico João Paulo

Já o haviamos mencionado por altura do falecimento do João Paulo em 23 de Abril passado.
E surge agora mais um trabalho do "Malhanga" que reaviva momentos e sons com esse conjunto marcante de nossa juventude em Moçambique - Porto Amélia:
Leiam, recordem e escutem aqui:
O Conjunto Académico João Paulo começou no Liceu Jaime Moniz, na Ilha da Madeira, nos primeiros anos da década de 60. Em 1964 deslocaram-se ao continente obtendo grande sucesso no Teatro Monumental e no programa "TV Clube".
Em 1964 foi editado o primeiro disco do grupo, um EP (formato mais vulgar na época com 3 ou 4 canções) com os temas "La Mamma", "Hello Dolly", "Eu Tão Só" ("Et Pourtant") e "Ma Vie". Venceram o Prémio de Imprensa Especial de 1964, entregue no dia 3 de Abril de 1965.
O segundo EP inclui os temas "It´s Over", "Se Mi Vuoi Lasciare", "Chove" e "Greenback Dollar". No início eram sete elementos, a partir deste disco, o grupo passa a ser constituído por: João Paulo (teclas), Rui Brazão, (guitarra ritmo), Ângelo Moura (baixo), José Gualberto (bateria), Carlos Alberto (guitarra, autor da maioria dos inéditos do grupo) e Sérgio Borges (vocalista e autor das letras dos originais e de algumas versões).
O EP "+1Disco=4 Sucessos" inclui os temas "Se Piangi Se Ridi", "Nunca Mais" (uma versão de "You've Lost That Lovin Feelin'"), "Hully Gully do Montanhês" e "Oh Dis Marie".
É editado novo EP com os temas "Capri C´est Fini", "Milena (a da Praia)", "Diz-lhe" e "Non Son Degno Di Te".
Sérgio Borges fica em 2º lugar no Festival RTP da Canção de 1966 com "Nunca Direi Adeus". O grupo edita o EP "Eurovisão" com os temas "Balada A Uma Rapariga Triste", "Ciao", "Nunca Direi Adeus" e "Ele e Ela" (tema de Madalena Iglésias que representou Portugal no Eurofestival desse ano).
Ainda em 1966 é editado o álbum ”Conjunto Académico João Paulo no Teatro Monumental“, um dos poucos lançamentos nacionais neste formato ainda a dar os primeiros passos.
Os Eps "L'Amour Est Bleu" ("L'Amour Est Bleu", "Puppet On A String", "I Hate These Moments" e "Sombras") e ”Poema de um Homem Só“ ("Poema De Um Homem Só", "Monday Monday", "Oasis" e "When A Man Loves A Woman") são os registos seguintes.
Novo EP com os temas "Sue-Lin A Minha Chinesa", "Cosa Vuoi Da Me", "Kilimandjaro" e "Quando Nasce O Amor".
É editado o EP "O Louco" com os temas "O Louco", "Si Lo So", "Tu E Eu" (versão de "Happy Together") e "I Just Don't Know What To Do With Myself".
"A Shadow Rounds The Tomorrow Sounds" é o último disco desta fase pois estão parados durante algum tempo devido à mobilização dos seus elementos para a Guerra Colonial.
Colaboram com a cantora Vickie num single com os temas "Who Have Nothing" e "Try A Little Tenderness".
Sérgio Borges vence o Festival RTP da Canção de 1970 com "Onde Vais Rio Que Eu Canto". A solo lança ainda um outro single com versões de "Canção de Madrugar" e "Corre Nina", outros dos temas que mais se destacaram nesse Festival.
O grupo passa a denominar-se Sérgio Borges e O Conjunto João Paulo. É editado o disco "Meu Corpo É Minha Seiva".
Entram para o grupo os ex-Quinteto Académico+2 Adrien (bateria) e Zé Manel (saxofone).
Lançam um EP que incluía ”Lavrador“, adaptação do tema ”Aguarela Portuguesa“ de Zeca do Rock. Os outros temas deste disco são "Serei um Dia o Mar", "Estrada Branca" e "Paul da Serra".
O último disco do grupo, editado em 1972, foi um EP com os temas "Nascer" (Birth), "Champs Elysées", "O Salto" e "A Uma Gina".
Em 1981 é editada uma colectânea do grupo num dos volumes da "Antologia da Música Popular Portuguesa".
Em 1993, a EMI-VC lançou a compilação "Os Grandes Êxitos do Conjunto Académico João Paulo", primeiria edição em cd dos trabalhos do grupo, com os temas "EuTão Só (et pourtant)", "Capri c'est Fini", "Ma Vie", "Se Mi Vuoi Lasciare", "Hully Gully do Montanhês", "Se Piangi, Se Ridi", "Non Son Degno Di Te", "Milena (a da Praia)", "Ciao", "Nunca Direi Adeus", "Stasera Pago Lo", "L'Amour Est Blue", "Cosa Vuoi Da Me", "Kilimandjaro", "Onde Vais Rio Que Eu Canto", "Canção de Madrugar" e "Corre Nina".
A colecção Caravela, editada em 1996 pela EMI, sob o lema "Os Maiores Artistas Ao Melhor Preço! - Grandes Êxitos Em Gravações Originais", inclui discos dedicados a nomes como Sheiks, Quarteto 1111 e Conjunto Académico João Paulo mesmo que em edições mais pobres.
João Paulo Agrela, membro do agrupamento musical Conjunto Académico
João Paulo, morreu no dia 23 de Abril de 2007.
Fonte: Wikipédia e http://www.malhanga.com/JP-videos/
Bom trabalho, Malhanga !

Nenhum comentário: