quarta-feira, 29 de agosto de 2007

Diversificando - Sons eternos de Miles Davis e John Coltrane.

Miles Davis e John Coltrane
A partir de meados da década de 1950, o trompetista Miles Davis – ícone do cool jazz, jazz-rock e da fusion – montou um quinteto que marcou a história do jazz. Um dos destaques do conjunto era John Coltrane, um dos maiores saxofonistas de todos os tempos. O grupo passou por várias formações – teve uma fase como sexteto. Entre os músicos que por lá tocaram estão os pianistas Bil Evans e Red Garland, o baterista Jimmy Cobbs e o contrabaixista Paul Chambers.
Entre os discos gravados pelo quinteto/sexteto de Miles Davis estão Cookin’, Relaxin’, Milestones e Kind of Blue, um dos mais cultuados da história do jazz.
Depois de deixar o grupo de Miles, Coltrane lidera um quarteto que se propõe a ousadas experimentações sonoras. Alguns críticos, aliás, classificam o saxofonista como um dos precursores do free jazz.
Miles não fica atrás. No fim da década de 1960, ele mergulha numa viagem estética que vai dar na fusão entre jazz e rock, o que arrepia os cabelos dos defensores da tradição jazzística. E estava muito bem acompanhado nessa aventura: tocavam com ele os tecladistas Herbie Hancock e Chick Corea, os contrabaixistas Dave Holand e Ron Carter e o saxofonista Wayne Shoter, só para citar alguns. (In Ponto de Fuga)
Miles Davis & John Coltrane - SO WHAT


(Para evitar sobreposição de sons, não esqueça de "desligar" a "Rádio Moçambique" no lado direito do menu deste blogue.)

Nenhum comentário: