quarta-feira, 5 de setembro de 2007

Pemba - Pesca artesanal gera emprego.

Maputo – O projecto da pesca artesanal, na província de Cabo Delgado, gerou 630 postos de trabalho efectivo, nos primeiros seis meses deste ano, processo que vai permitir um aumento marginal dos níveis de captura de pescado em 110 toneladas anuais.
Para materializar o projecto, a Direcção da Provincial da Agricultura, através da Associação Moçambicana para o Desenvolvimento Rural, AMODER, investiu, nos primeiros seis meses deste ano, cerca de um milhão e meio de meticais, montante aplicado em 65 projectos de pesca artesanal.
Pelo que o A TribunaFax soube de fonte da AMODER, naquela província, o projecto da pesca artesanal tem o objectivo de criar facilidades de poupança e pequenos empréstimos para gerir rendimentos, aumentar oportunidades de negócios, bem como melhorar a prestação de serviços
financeiros aos pescadores.
“Com este projecto, que tem uma forte componente de apoio a pequenos pescadores, carpinteiros e construtores navais, processadores e comerciantes de pescado e insumos de pescas, operadores de infraestruturas de apoio a pesca artesanal, esperamos que aumente o nível de captura de pescado e que mais postos de trabalho efectivos sejam criados”, disse fonte da AMODER.
O projecto de apoio a pesca artesanal abrange sete distritos, Mecufi, Pemba-Metuge, Quissanga, Ibo, Macomia, Mocímboa da Praia e Palma, contendo três fundamentos, o de crédito, desenvolvimento de infraestruturas e de apoio institucional.
A implementação da componente de crédito está a ser coordenada pelo Fundo de Fomento Pesqueiro, desempenhando o papel de fornecedor grossista de crédito.
(Nelson Nhatave) - A TribunaFAX de 03 de Setembro 2007.

Nenhum comentário: