sexta-feira, 5 de outubro de 2007

Air Corridor deixa de escalar PEMBA...

AIR CORRIDOR DEIXA DE VOAR PARA PEMBA, LICHINGA E TETE.
A Air Corridor, companhia aérea privada que, há cerca de dois anos, efectua voos domésticos ligando várias províncias do país, vai deixar de escalar temporariamente, a partir da próxima segunda feira, as cidades de Pemba, Lichinga e Tete, numa medida interna de reestruturação da empresa.
Akil Rajaussene, membro do Conselho de Administração da empresa, confirmou ontem ao nosso jornal o novo horário de voos da Air Corridor que entra em funcionamento a partir de segunda-feira, ligando apenas as cidades de Nampula, Quelimane, Beira e Maputo, com as duas aeronaves Boeing 737.
A medida colheu, naturalmente, de surpresa muitos utentes da Air Corridor nas cidades visadas.
Mas, Akil garantiu ao nosso jornal que, ainda este ano, os voos para aquelas regiões, serão retomados com aviões de menor porte embora de igual capacidade, como forma de redimensionar os rendimentos da empresa.
Nenhum trabalhador foi despedido e os escritórios nessas cidades vão continuar de portas abertas até que os novos aviões, com a capacidade de cerca de cinquenta pessoas, entrem em funcionamento, garantiu Akil Rajaussene.
A Air Corridor é a segunda companhia aérea a operar na rota doméstica em Moçambique, depois da LAM.
WAMPHULA FAX - 05.10.2007

Nenhum comentário: