quinta-feira, 6 de dezembro de 2007

Pemba - A praia do Wimbe ameaçada...

(Imagem daqui)
.
A Praia do Wimbe corre riscos
.
A Praia de Wimbe, na província de Cabo Delgado, está perante ameaça de poder vir a sofrer problemas de natureza ecológica, segundo alerta em comunicado de imprensa recebido na nossa Redacção, Christian Zeininger, Director da Faculdade de Gestão de Turismo e Informática da Universidade Católica de Moçambique, que abriu as suas portas em Pemba no ano 2002.
O comunicado observa que apesar das iniciativas de colocar Pemba como a terceira maior baia na lista das 100 praias mais belas do mundo, a Praia de Wimbe pode enfrentar em poucos anos dificuldades da natureza ecológica, devido a descarga descontrolada das águas sujas e das quantidades de lixo produzida pela população crescente.
“A contaminação já hoje é visível com as algas e o lixo a aumentar na praia”, diz Christian Zeininger, Director da Faculdade de Gestão de Turismo e Informática da Universidade Católica de Moçambique, citado pelo comunicado.
E, acrescenta, “com as grandes intenções na área de turismo não se pode esperar com a sensibilização e o envolvimento da população local como parte integrada nos desenvolvimentos turísticos”.
A fonte refere que a Faculdade de Gestão de Turismo e Informática da UCM, em Pemba, está neste momento a preparar os seus primeiros setenta e um graduados em Licenciatura de Gestão de Turismo e deseja-se, que os trabalhos de pesquisa elaborados pelos estudantes podem dar algumas pistas para endereçar melhor as questões da participação das comunidades para o seu benefício e os seus deveres.
No entanto, salienta que o tema não acaba somente em produzir estudos.
Cada parceiro tem uma responsabilidade de agir com uma visão de proteger e conservar os “nossos” recursos.
É neste âmbito que a UCM está actualmente a construir 12 casas para professores de estilo “lodge”, usando materiais locais, nomeadamente pedras, areia, madeira e macuti e instalar uma solução de saneamento biológico em consultoria com o ECOSAN, uma iniciativa em colaboração com a Universidade Técnica de Viena, Áustria.
O AUTARCA - 05.12.2007 - Fonte "Moçambique Para Todos"

3 comentários:

Thiago disse...

Estou muito feliz em encontrar este espaço. É informativo e me faz lembrar dos meses em que estive vivendo em Pemba. Sou um brasileiro com muitas saudades desta terra.

gotaelbr disse...

Um abraço Thiago. E conte-nos suas aventuras quando em Pemba.

Thiago disse...

Estive como voluntário e participei de um treinamento da organização Arco-Íris, com sede ali em Wimbi, em 2005. Foram experiências marcantes, principalmente o fato de conhecer a cultura local e fazer parte daquela realidade por um pouco. Foram 3 meses de intenso convívio, muitas conversas, partidas de futebol, caminhadas, orações, mergulhos no mar, muito sol e surpresas. Com certeza aprendi muito com o povo de Moçambique, especialmente com os amigos que deixei em Pemba.
Espero retornar o quanto antes.
Um abraço a todos.