sábado, 22 de dezembro de 2007

Quirimbas é problema para a população local...

(Imagem original daqui)
Maputo, Sexta-Feira, 21 de Dezembro de 2007:: Notícias - O vice-ministro do Turismo, Rosário Mualeia, reconheceu, há dias em Pemba, que o Parque Nacional das Quirimbas está a transformar-se num problema para a população, particularmente devido ao conflito Homem – animal. Com efeito, a administração do parque já apresentou um plano ao Governo Provincial de Cabo Delgado, que consiste na delimitação da área a si destinada.
“Pensamos ser a primeira medida e há aconselhamento em fóruns que temos tido com a comunidade internacional que dizem que na verdade precisamos de fazer uma audição nacional para estudar a sustentabilidade dos parques, porque há consciência internacional, de todos os países, que aponta para a necessidade de evitar que os parques constituam problema para o Homem”, disse Mualeia.
Noutros pontos do país, conforme o vice-ministro do Turismo, o problema de conservação está relativamente a caminhar bem, assim como o maneio comunitário tem sido bem sucedido, sendo exemplo disso o projecto “Tchuma Tchato” (nossa riqueza), na província de Tete.
A fonte acredita que “Tchuma Tchato” está a ser bem sucedido porque os benefícios às comunidades são consideráveis, não se podendo dizer o mesmo em relação ao Parque Nacional das Quirimbas que se encontra em fase de consolidação.
“O valor animal em “Tchuma Tchato” é compreendido, aqui precisamos de mostrar esse valor à população, através de benefícios. Para além disso, existe uma rivalidade natural que advém do facto de haver um crescimento demográfico rápido, assim como na população animal, o que adensa a disputa de espaço e torna o conflito cada vez mais renhido”.
No centro do país, de acordo com a fonte, o Parque Nacional de Gorongosa voltou a ser o projecto mais ambicioso do país, mais uma vez porque a população sempre respeito o espaço da estância.
Entretanto, no sul do país, os Parques de Zinave, Banhine e Limpopo, para a nossa fonte devem ser tratados de forma diferente porque têm, igualmente, características diferenciadas das do Parque Nacional das Quirimbas.
“Os problemas que temos tido com alguns deles são resolvidos com o reassentamento da população. É verdade que o processo é moroso, mas essa é que vai ser a solução. E aqui a vantagem é que são poucas pessoas. Estamos a falar de 6.000 e nas Quirimbas são cerca de 100.000 de cinco distritos”.
Num outro desenvolvimento quisemos saber de Rosário Mualeia o que se pode dizer do Turismo de praia em Moçambique, tendo nos respondido que está a subir, recorrendo a um exemplo de no ano passado o país ter sido visitado por 900.000 turistas enquanto que para o presente perspectiva-se 1.2000.000.
Por outro lado, a fonte revelou que em termos de investimento o país saiu de 80 milhões para 600 milhões de dólares norte-americanos, um crescimento que tem a ver com a sustentabilidade do sector turístico em Moçambique.

This is just a collection of video from 3 dives done in the Quirimbas Archipelago made for the Ilha Quisiva Weblog at http://blog.quisiva.com./ Most of the video was shot on a SCUBA dive done off Ilha Quisiva (http://www.quisiva.com/) in Northern Mozambique in the Indian Ocean, while some of the pictures were taken only a few minutes further North near Sencar & Quilalea. This is the most pristine diving I have seen in over 1000 dives. If you are interested why not take a look at some of my articles on http://blog.quisiva.com/.


(Para evitar sobreposição de sons, não esqueça de "desligar" a "Last.FM" no lado direito do menu deste blogue.)

Nenhum comentário: