quarta-feira, 9 de janeiro de 2008

Moçambique - Cheias: o drama repete-se...

A tragédia que todos os anos atinge milhares de moçambicanos humildes volta a acontecer:
.
Segundo a BBC para África - 08 Janeiro, 2008 - Publicado em 19:15 GMT - De acordo com o Centro Nacional Operativo de Emergências, as inundações já obrigaram à evacuação de perto de 40 mil pessoas para centros de acomodação temporária e áreas de reassentamento.
Uma parte do sul e o centro do país continuam a ser as regiões mais afectadas, com as autoridades a advertirem de que estas poderão ser as piores cheias dos últimos tempos em Moçambique.
Estes são os mais recentes dados na posse do Centro Nacional Operativo de Emergência, liderado pelo Instituto Nacional de Gestão de Calamidades, INGC.
"Até 7 de Janeiro, o número de famílias resgatadas e conduzidas para as áreas de acomodação ou reassentamento era de 6929, correspondente a cerca de 40 mil pessoas."
Casimiro Abreu, um alto funcionário dessa estrutura, chama a atenção para a mobilidade ou a dinâmica dos números típica de situações do género.
Quanto a relatos sobre a eventual ocorrência de óbitos o nosso entrevistado afirmou que "o nosso princípio é de confirmação da informação. Tivemos informações sobre a ocorrência de mortes mas isso tem de ser confirmado pelas autoridades competentes - o Ministério de Saúde. Para já não temos mortes registadas."... ...
- Leia a reportagem integral de Eleutério Fenita em Maputo aqui!

Nenhum comentário: