terça-feira, 26 de fevereiro de 2008

A "Alegria" du Cirque du Soleil em São Paulo - Brasil.

Variando para temas mais alegres: - Se Vc. está no Brasil - São Paulo e tem condição para suportar o preço dos ingressos, que vão de R$ 130 a R$ 400, não perca ! Corra para assistir "Alegria" do grupo canadense Cirque du Soleil.
As apresentações começaram quinta-feira, 7 de fevereiro e irão até 4 de maio/2008, de terça a sexta, às 21h; sábado às 17h e às 21h; e domingo às 16h e 20h no Parque Villa Lobos (Avenida Queiroz Filho, s/nº - entrada Detran) em São Paulo.
É uma superprodução que utiliza 800 toneladas de equipamento e conta com um elenco de 55 artistas de várias partes do mundo - incluindo um brasileiro, o carioca Marcos de Oliveira, que atua como palhaço.
O espetáculo inspira-se nas famílias circenses que atravessavam a Europa e nas mudanças sociais que esses personagens enfrentam.
A história de aristocratas decadentes, nas monarquias da Europa do século XVII, é contada com números de saltos, contorcionismos, malabarismos, palhaços e outras modalidades de apuro técnico e acrobático que fizeram do Cirque du Soleil o mais famoso circo do planeta.
O espetáculo “Alegria”, cuja montagem foi criada em 1994 pelo italiano Franco Dragone, coloca em cena 55 artistas de 14 nacionalidades, entre eles o brasileiro Marcos de Oliveira Kazuo, de 33 anos, que está há cinco no grupo como palhaço.
O espetáculo tem 2h40 de duração, conta com 800 toneladas de equipamento, 200 fantasias. Entre os destaques de "Alegria" estão solos vocais de cantoras, a música interpretada ao vivo por uma banda, além de números como os de malabaristas com tochas e um momento do show criado pelo russo Slava Polunin (do "Slava's snow show").
Em 2006, o grupo trouxe ao Brasil a montagem “Saltimbanco”, visto por 240 mil pessoas em São Paulo e no Rio de Janeiro, com ingressos esgotados meses antes do início das apresentações.
“O espetáculo faz um paralelo entre a beleza e a juventude, a passagem de uma geração para outra. É a celebração da vida”, descreve o diretor artístico Luc Ouellette.
No ano passado, a temporada do Cirque du Soleil no Brasil rendeu R$ 60 milhões em bilheteria, o que fez a nova temporada crescer e chegar a mais cidades.
Depois das apresentações em São Paulo, a turnê será encerrada em Porto Alegre, totalizando cerca de 250 apresentações.
Uma cidade foi montada atrás da tenda do circo com lavanderia, cozinha, restaurante e um espaço para o camarim e os ensaios.
O pequeno palhaço russo Nikita Moiseev, de 12 anos, quando não está atuando, vai para a escola, ou melhor, a escola vai até ele, já que a companhia traz na bagagem uma grande infra-estrutura, como salas de aula e professores para os artistas mirins e filhos dos empregados.
Outra montagem percorre a Europa com o Espetáculo Delirium.
Espetáculo que impressiona pela qualidade em som, cores e beleza. Vale o preço dos ingressos !
Quem sabe um dia aportará em Moçambique ?!
(Dados compilados do G1)
.
Um pouco de "Alegria" para si:


(Para evitar sobreposição de sons, não esqueça de "desligar" a "ForEver PEMBA FM" no lado direito do menu deste blogue.)

Nenhum comentário: