quarta-feira, 30 de abril de 2008

Ecos da imprensa moçambicana - Telefonia celular chega a Balama e Namuno em Cabo Delgado.

mcel cobre Balama e Namuno...
.
Maputo - A mcel acaba de estender a sua rede para mais distritos ao longo do País, confirmando ser esta operadora a única a cobrir, actualmente, cerca de 60% do território nacional e a possibilitar que 75% da população moçambicana esteja debaixo do sinal de uma das suas mais de 550 antenas.
Com efeito, desde esta semana a rede mcel está também activa nas localidades de Namumo e Balama (província de Cabo Delgado), Nanhupo Rio, Nametória e Chalaua (Nampula), Fíngoè (Tete), Maringué (Sofala), Inhagoma (Manica) e Massangena (Gaza).
Com recurso a uma infra-estrutura de rede moderna e desenhada de acordo com os melhores padrões de qualidade e empregando as tecnologias mais avançadas e soluções inovadoras, a mcel tem vindo a cobrir a grande maioria dos distritos (mais de 100 actualmente), muitos postos administrativos e localidades, os grandes eixos rodoviários, os principais corredores de desenvolvimento, os principais pólos de atracção turística e as zonas onde se desenvolvem os mega-projectos.
Refira-se que a Moçambique Celular é a única operadora que assegura a cobertura de Norte a Sul do País, através de mais meio milhar de antenas, criando uma verdadeira espinha dorsal de acesso aos mais avançados serviços de voz, dados e multimédia.
Esta infra-estrutura tecnológica, que serve as cidades e vilas – com bastante ênfase os distritos, as estradas e os corredores de desenvolvimento, tem vindo a ser estendida às zonas rurais, contribuindo deste modo para a redução das assimetrias regionais e criando novas oportunidades de negócio e comunicação.
É disto exemplo a cobertura do troço rodoviário entre Maputo e Pemba, numa extensão de mais de 2.500 quilómetros ao longo da Estrada Nacional Nº1. (Redacção)

Nenhum comentário: