quarta-feira, 13 de agosto de 2008

Portugal: Rir para não chorar - Cravos e encravados em 1918...

(Clique na imagem para ampliar)
.
Alguma semelhança com a realidade não é mera coincidência!
.
Numa segunda-feira, 8 de Julho de 1918, edição nº. 1078, o desaparecido em 1978 jornal "O SÉCULO" de Lisboa-Portugal, publicou a charge acima. Chegou até minha caixa postal em e.mail com o título "Premonições...Festa dos Cravos em 1918".
Aqui fica, sem maiores comentários.

3 comentários:

Isabel-F. disse...

quem diria que pudesse ser tão actual ...


bjs

gotaelbr disse...

Pois é Isabel,

Os tempos correm mas as mentes não se atualizam e os "poleiros" continuam os mesmos, só que na guarda de "rapozas" democráticas...que, afinal, não se diferenciam quase nada das rapozas" da ditadura...E não é só em Portugal, não!
Só o cravos é que continuam vermelhos e com odor agradável...
Abraço.

Ruvasa disse...

Viva, gotaelbr!

Também... há tanto tenpo assim, já está habituado. E, no dia em que não estivesse, até estranhava.

Abraço

Ruben