quarta-feira, 29 de julho de 2009

“Engenharia Sem Fronteiras” alarga assistência à Saude em Cabo Delgado

A “Engenharia Sem Fronteiras”, uma federação de Oorganizações não-governamentais espanhola, tem alargado a sua assistência ao sector de saúde na provincia de Cabo Delgado, agora com a entrega de mais unidades sanitárias no distrito de Ancuabe, posto administrativo de Meza, a par da dotação de água e saneamento do meio, energia e comunicações naqueles estabelecimentos sanitários considerados de periferia, também nos distritos de Balama, Montepuez e Namuno.

Fonte daquela organização disse ao nosso jornal que se espera que no fim do programa a “Engenharia Sem Fronteiras” conclua 18 unidades sanitárias naqueles distritos, com serviços apropriados de água, energia, saneamento ambiental e comunicações, bem como o aumento do acesso sustentável a serviços melhorados de abastecimento de água e saneamento básico em lugares públicos das comunidades priorizadas dentro das zonas de influência das unidades sanitárias objecto do projecto, o que perfaz 16.500 pessoas.

Por outro lado, conforme a fonte, pretende-se com a intervenção da “Engenharia Sem Fronteiras” melhorar o sistema provincial de manutenção das infra-estruturas sanitárias, para o que se espera o reforço da capacidade do sector empresarial que presta serviços de manutenção, assim como do próprio sistema que guia à Direcção Provincial de Saúde para permitir a durabilidade das suas infra-estruturas.

“Também estamos empenhados em melhorar o sistema de informação sanitária na provincia, a assistência técnica aos diferentes actores de cooperação do sector de saúde e um programa de educação para a saúde, a realizar-se na Espanha” disse a fonte. Para tanto, a “Engenharia Sem Fronteiras” dispõe de um orçamento de 4820.580 euros, para o periodo 2007-2010.

Esta federação, segundo soubemos, compromete-se a reforçar a capacidade institucional das autoridades públicas e o envolvimento dos beneficiários directos no desenho e execução dos programas, e destacando-se a valorização do género em todas as suas vertentes.
- Maputo, Quarta-Feira, 29 de Julho de 2009, Notícias.

Um comentário:

Emilgildo Americo Mocambique disse...

acredito mesmo que a engenharia sem fronteiras faram mudansas na quilo que tange a saude.