quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Glória de Sant'Anna - POEMA DE NATAL

Menino da mangedoura
não vi a estrela dos magos
mas os pastores me contaram
o teu recado

Venho do tempo da angústia
por caminhos vigiados
olhar o puro contorno
da tua face

Passei o denso limite
dos campos razos
e colhi húmidas flores
escarlates

molhadas do sangue novo
dos mortos por desagravo
à beira dos horizontes
desencontrados

Trago vestígios da lama
e largas nódoas de sal
e o eco solto na treva
de cada frase

Menino, dá-me guarida
porque te quero louvar

- Poema de GLÓRIA DE SANT'ANNA extraído da publicação "AMARANTO - Poesia 1951-1983"

Ligação a Facebook - Glória de Sant'Anna
Glória de Sant'Anna no ForEver PEMBA

Nenhum comentário: