quinta-feira, 1 de setembro de 2005

Sida em Moçambique - Assustador...

Av. Ho Chi-Min nº 111 R/C - Maputo - Moçambique
Telefone: 304499; Fax: 321690.
Email: lusamoz@teledata.mz

Quinta-feira, 01 de Setembro de 2005.


Cerca de mil polícias morrem de SIDA por ano em Moçambique

Maputo - Cerca de mil agentes da polícia moçambicana morrem de SIDA por ano, uma situação que afecta a capacidade operativa da corporação, revelou quarta-feira o ministro do Interior de Moçambique, José Pacheco.

Ao intervir na assembleia-geral dos Serviços Sociais do Ministério do Interior, o ministro reconheceu que o impacto da SIDA está atingir o esforço de combate à criminalidade no país e a atrasar o objectivo de aumento dos recursos humanos.

Descrevendo a situação actual do HIV/SIDA em Moçambique como uma "emergência nacional", José Pacheco frisou que a abordagem do problema "exige uma profunda reflexão". O ministério do Interior moçambicano recomendou recentemente aos oficiais da polícia a realização de testes da SIDA, mas a iniciativa suscitou uma reacção negativa por receio de que os resultados dos exames pudessem ser usados para marginalizar os visados.

A SIDA é um dos maiores problemas de saúde pública em Moçambique, com os últimos dados a indicar que cerca de 16 por cento da população pode estar infectada pelo vírus e que perto de 500 pessoas são contaminadas por dia.

Apesar dos elevados recursos financeiros destinados ao combate à doença nos últimos anos, o ministro da Saúde de Moçambique, Ivo Garrido, admitiu recentemente que as estratégias de luta contra o vírus do HIV/SIDA implementadas até ao momento foram um "fracasso".

- Realmente assustador !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Nenhum comentário: