quarta-feira, 16 de novembro de 2005

Zimbabué - Péssimo exemplo africano !


Fazendeiros brancos denunciam nova onda de expropriações no Zimbabué.
Os fazendeiros brancos do Zimbabué denunciaram hoje que perderam milhares de dólares em equipamentos e sementes numa nova onda de expropriação de terras, no âmbito da reforma agrária do Governo do presidente Robert Mugabe.
O presidente da União de Propriedades Comerciais (CFU, em inglês), Hendrik Olivier, disse que o "saque" de propriedades registado nos últimos meses inclui a perda de equipamentos como tractores, sementes e fertilizantes.
"É difícil estabelecer um valor exacto, porque as ocupações estão a ocorrer uma pouco por todo o país", acrescentou Olivier.
Actualmente, há no Zimbabué 600 fazendeiros brancos, em contraste com os 4.000 existentes em 2000, antes do Governo do presidente zimbabueano, Robert Mugabe, iniciar a reforma agrária.
No total, as fazendas expropriadas e registadas em nome do Estado, incluindo propriedades comerciais, são mais de 6.000.
"Grande parte das pessoas que se apropriam dos equipamentos são os novos proprietários negros, que se aproveitam do caos criado com as recentes reformas constitucionais", sublinhou Olivier.
O Parlamento do Zimbabué, a partir de uma iniciativa do Governo, aprovou uma reforma da Carta Magna há dois meses, que impede os fazendeiros brancos de recorrer aos tribunais pela ocupação de terras.
Esta modificação constitucional provocou uma nova onda de expropriações de terras por todo o país.
O ministro da Segurança do Estado, Didymus Mutasa, ameaçou recentemente acabar com todas as propriedades dirigidas por brancos.
A caótica reforma agrária do Zimbabué é uma das principais razões, segundo peritos, para a grave carência alimentar no país, antes considerado o "celeiro de África".
A produção de alimentos no Zimbabué caiu 60 por cento, o que obriga milhões de pessoas a depender da ajuda internacional para sobreviver.
15-11-2005 19:30:02 (Fonte : Agência LUSA)
Via: "Stop"

Nenhum comentário: