segunda-feira, 5 de janeiro de 2009

"Moçambicanos Nacionais" - Quem são ???...

(Clique na imagem para ampliar)

Recebi o "anúncio" acima, anexo a e.mail de leitor amigo.

Foi publicado no Jornal de Notícias de Maputo do último dia 31 de Dezembro de 2008.

E cita ou tenta recrutar para a empresa "Maluane Mozambique" localizada em Pemba um novo, inédito, original tipo de moçambicano... o "moçambicano nacional".

Cismado, pois jamais ouvi falar nesse tipo de habitante do nosso Moçambique, procurei na Wikipédia, no Google e em tudo quanto é biblioteca ou alfarrábio tentando definir tal cidadão.

E nada... Nem uma palavra sobre "moçambicano nacional"!

Será pardo? Branco? Exclusivo de Cabo Delgado?...

E se fôr "moçambicano macua", "moçambicano maconde", "moçambicano landim" ou "moçambicano internacional" já não serve ou se encaixa na função oferecida no anúncio da tal empresa?...

Em tempos de "acordos" e "desacordos" ortográficos tão em moda que sutilmente vão descaracterizando a nossa lingua portuguesa, acabei por ficar ainda mais confuso.

Se alguém me souber aclarar idéias a respeito, agradeço!

3 comentários:

Anônimo disse...

Moçambicanos Nacionais????
Parece-me ser uma teoria de díficil explicação.
Vim fazer uma visita!
Fotografias maravilhosas.
Sempre interessante.
Um abraço para esse lado do mar
GuiFerreira

Tiberio disse...

E por aí adiante.
Quem sabe também destinem empregos para "Moçambicanos de segunda categoria", os necessitados e sacrificados realmente, já que os de "primeira" (minoria), de bolsos recheados e "mamando nas tetas" do poder ou circulando à volta como moscas... não necessitam e vivem à larga!
Afinal, inovar até na designação das classes sociais moçambicanas é preciso.

Muanachuabo disse...

Pelos vistos a modelo prático da política da hipocrisia já chegou a Moçambique, sabe-se lá?!por via de que meio de importação!?
Moçambicanos...Despertai!!!

Sei infelizmente, que poucos moçambicanos terão acesso a estas palavras, pois se o Cabo/Internet(meio de comunicação básico nas sociedades ditas de desenvolvidas),é para a maioria de moçambicanos inacessivel(e pelos preços exorbitantes que pratica), que fará se se falar em Turismo?!SÓ PARA QUEM PODE?!!NÃO PARA QUEM TEM DIREITO!!!

E AINDA BEM QUE MOÇAMBIQUE NÃO SE RESUME APENAS À SUA CAPITAL (MAPUTO)...É que, há por aí... Quem pense que moçambicanos são apenas os cidadãos de Maputo, mas está redondamente enganado...Moçambique tem 10 Províncias todas elas com dialectos específicos que também é preciso respeitar...Já que falamos em linguas, falemos as linguas certas para nos podermos entender...melhor!!!