quinta-feira, 8 de dezembro de 2005

A PEMBA do Júlio Carrilho VI.

(Continuação daqui)

As Origens e o crescimento da cidade - O porto no apogeu do seu desenvolvimento:
Na metade dos anos Sessenta a ponte-cais é terminada e a zona portuária já possue sua completa funcionalidade (fotografia aérea conservada no DCU).
Poucos anos depois (ínicio dos anos Setenta), enquanto a edificação no planalto está em pleno desenvolvimento, continua o crescimento da parte baixa da cidade, é terminada a estrada de circunvalação e cresce o bairro informal de Paquitequete, mas a encosta do planalto, hoje completamente ocupada por assentamentos informais, ainda está livre (fotografia aérea conservada o Conselho Municipal de Pemba).
Fotos e texto extraídos da recente publicação "Pemba as duas cidades" de autoria da Sandro Bruschi, Júlio Carrilho e Luis Lage.

Edição FAPF (Faculdade de Arquitectura e Planeamento Físico da Universidade Eduardo Mondlane - Maputo - http://www.architecture.uem.mz/
Clique nas imagens para ampliar.
Continuaremos colocando aqui, nos próximos tempos, imagens inéditas de Pemba e textos deste excelente trabalho "Pemba as duas cidades".Agradecemos aos autores e a Z. N. C.

Nenhum comentário: