sábado, 22 de julho de 2006

II FNCMT: Pemba cada vez mais pequena para acolher Festival Nacional.


A capital provincial de Cabo Delgado já se sente pequena, quando daqui há quatro dias irá acolher o segundo evento cultural mais importante desde a Independência: trata-se do II Festival Nacional da Canção e Música Tradicional. E o que está acontecer, deixa a sensação de só agora é que se aperceberam, os organizadores, de que, na verdade, o acontecimento terá lugar na sua casa.
Na última semana esteve em Pemba o Ministro da Educação E Cultura, Aires Ali, numa visita cirúrgica de menos de um dia, para observar as condições criadas para o evento.
Um dia antes, Lázaro Mathe, governador de Cabo Delgado, esteve igualmente envolvido de forma intensa na verificação dos detalhes que envolvem o II Festival Nacional de Canção e Música Tradicional.
Na verdade, e de acordo com a opinião dos munícipes de Pemba, nada indica que vai ser esta urbe a acolher tão grandioso evento, tendo em conta que todos os locais que vão acolher as exibições dos artistas nacionais continuam como sempre foram.
Está-se à espera da capacidade de improvisão, que parece estar a ganhar terreno no Executivo provincial nos últimos tempos, como acontece quando se aproximam as visitas presidenciais e outros actos de grande nível.
A directora provincial da Educação e Cultura de Cabo Delgado, Antuia Sovereno, confrontada com este estar de coisas minimizou a situação garantindo que tudo estava a ser feito pelo Executivo para que a escolha da província não venha a decepcionar aqueles que apostaram nela. Mas ainda há uma necessidade do envolvimento de todos os munícipes, considerando que a responsabilidade é de todos nós, toda a sociedade, ressalvou Soverano num debate havido quinta-feira passada.
Aquela governante disse que as condições para o alojamento e alimentação para as delegações estão garantidas.
Segundo disse, os artistas estarão todos alojados no Instituto do Magistério Primário, no bairro do Alto Chingone, os quadros do Ministério da Educação e Cultura no Complexo Caracol e os membros do Conselho de Ministros e alguns governadores que manifestaram o interesse de acompanhar as suas delegações, no "Pemba Beach Hotel".
A cerimónia de abertura do festival será efectuada pelo Presidente da República, Armando Guebuza, na manhã de 26 de Julho, quarta-feira próxima, que consistirá na exibição de valores culturais por parte de alguns distritos da província anfitriã, ginástica massiva por parte de alunos das escolas de Pemba, entre outras actividades.
Questionada sobre o conteúdo do próprio festival, em função do que estava preparado, a directora provincial da Educação e Cultura disse que para além da exibição cultural, terão lugar palestras sobre o HIV//SIDA, pelo menos uma marcha de sensibilização contra a pandemia, exposição de instrumentos tradicionais de música, que vão ser trazidos pelas delegações provinciais e uma gastronomia de pratos típicos da região que acolhe o evento.
Estima-se que 700 pessoas, entre artistas, dirigentes e jornalistas, estarão em Pemba, para o que várias subcomissões foram criadas para atender as especificidades de cada um dos grupos e para a Imprensa foi criada uma sala de trabalho e outra para as conferências de Imprensa.
Maputo, Sábado, 22 de Julho de 2006:: Notícias

Nenhum comentário: