terça-feira, 12 de junho de 2007

Moçambique está a liberalizar o espaço aéreo...

Maputo, Moçambique, 11 Jun 07 - O governo de Moçambique está a liberalizar o seu espaço aéreo gradualmente embora não à velocidade desejada, afirmou na passada quarta-feira em Maputo o ministro moçambicano dos Transportes e Comunicações, António Munguambe. O ministro, que falava numa conferência organizada pela Confederação das Associações Económicas de Moçambique sobre a importância da liberalização do espaço aéreo, recordou que a companhia aérea Air Corridor obteve uma licença em 2004 depois do monopólio das Linhas Aéreas de Moçambique (LAM) sobre a rota doméstica Maputo-Beira-Quelimane-Nampula-Pemba ter sido revogado. Contudo, a LAM é a única transportadora moçambicana autorizada a voar a lucrativa rota Maputo-Joanesburgo, nos termos de um acordo entre as autoridades da África do Sul e de Moçambique. Munguambe disse que a liberalização do espaço aéreo está a processar-se em fases a fim de evitar o colapso das companhias aéreas nacionais, que causaria desemprego entre outras consequências. Mas admitiu ser altura de abrir os céus ao mercado da aviação civil e sugeriu que as companhias aéreas de Moçambique deveriam procurar estabelecer parcerias estratégicas com outras companhias regionais a fim de oferecerem melhores serviços. O ministro disse ainda que há condições em Moçambique para o aparecimento de uma terceira companhia aérea uma vez que as duas existentes não dão resposta à procura.
(macauhub)

Nenhum comentário: