quinta-feira, 15 de novembro de 2007

Referênciando novamente o pembista e professor RAFAEL DA CONCEIÇÃO...II

"O que me preocupa não é o grito dos maus e sim o silêncio dos bons"
.
Para que, o "conveniente" silêncio não permita o esquecimento, saliento:

4 comentários:

Anônimo disse...

Parabéns pelo artigo e por trazer a público este caso que não enobrece quem o praticou. O que é estranho é a propaganda que fizeram para anunciar o lançamento da tal obra e agora que a carniça está exposta, se calem.
Uma vergonha. Aguardamos a manifestação da imprensa moçambicana independente e imparcial.

Anônimo disse...

Estou a acompanhar o 'caso', mas não se deve esperar muita coisa. Não lhes interessa. Só gostam de aparecer quando há 'comes-e-bebes' à borla ou 'convescotes' em bons hoteis com tudo à vontade e onde todo mundo puxa-o-saco de todo mundo como dizem por aì.
O teu blog está porreiro.
Um abraço.
Francisco Guedes (Salgueiral)

Zé Paulo Gouvêa Lemos disse...

Às vezes o receio de passar por antipático também faz com que as pessoas se recolham. Outras talvez estejam a buscar informações mais balizadas, talvez. Mas é continuar-se a bater na porta, já que até pareceu-me tratar-se as duas edições da mesma editora, que logo alguma informação deverá vir ao de cima.

gotaelbr disse...

"Anotados" os cometário do F. Guedes e do Zé Paulo, herdeiro do imortal jornalista e poeta de Moçambique, António Veríssimo Sarmento Gouvêa Lemos (http://paginas.terra.com.br/turismo/pesodaregua/regua5.htm).
Sobre o assunto "plágio" ,para não ser repetitivo, peço leiam os comentários a respeito em outros post´s sobre o tema.
Bom fim de semana e obrigado pela presença,

Jaime