quarta-feira, 2 de julho de 2008

Diversificando - O maior cálice de Vinho do Porto do mundo está no Pavilhão de Portugal na Expo de Saragoça.

O Pavilhão de Portugal na Exposição Internacional de Saragoça, Espanha, conta com o maior cálice de Vinho do Porto do Mundo, uma peça que integra o livro de recordes do Guinness de 1998, noticia a Lusa.
Com capacidade para 84 litros, 1,53 metros de altura e um peso de 25 quilos, este objecto foi produzido pela Cristal Atlantis há dez anos, integrando nessa altura o famoso livro na categoria de maior copo.
O cálice foi emprestado ao Pavilhão de Portugal pelo Instituto dos Vinhos do Douro e do Porto e está colocado na sala «Consciência», na zona dedicada ao Rio Douro, onde é mostrado aos visitantes a cultura vinhateira, o trabalho associado à produção do vinho e à energia das barragens.
O tema da participação portuguesa na Expo2008 centra-se nos três rios e bacias hidrográficas mais importantes: Douro, Tejo e Guadiana.
Integram ainda a área expositiva do espaço português as salas «Alerta» - um corredor com diversos espelhos em tom vermelho que se refere a catástrofes como cheias, secas, fogos e poluição - e «Mudança», onde uma instalação interactiva desenvolvida pela Ydreams faz as delícias dos visitantes.
Outra das peças do Pavilhão de Portugal é uma fonte bicéfala do século XVI. Este objecto representa os rostos do rei D. Manuel e da sua irmã, D. Leonor, e foi colocado em Lisboa para fazer o abastecimento urbano de água. Em Saragoça, serve para iniciar a visita à exposição lusa.
A fonte associa duas cabeças coroadas e dois escudos relevados, que representam uma esfera armilar e um camaroeiro. As escamas que decoram a coluna torsa associam-na a uma serpente, numa alusão à água de que o réptil é guardião, dominado pelo rei que garante a distribuição pela população.
A Exposição Internacional de Saragoça decorre até 14 de Setembro num recinto de 25 hectares na margem do Rio Ebro, sob o tema «Água e Desenvolvimento Sustentável».
.

2 comentários:

Isabel-F. disse...

Oi Jaime,

Acreditas que nunca tinha ouvido falar neste cálice?

Tenho pena de não poder ir a esta exposição ... fui a 2 à Expo de Sevilha em 92 e claro à de 98 aqui em Portugal ... foram óptimas ... mas a nossa estava muito superior ...


beijinhos

gotaelbr disse...

Só falta saber Isabel, quem conseguirá saborear a totalidade de v. do Porto contida nesse gigante de vidro...No fim fica mesmo é a curiosidade e a vontade de ir até Saragoça.
Beijão e obrigado pela visita.
Continuo e sempre admirador de teus trabalhos que inspiram e dão voltas ao imaginário de cada um de nós...