sexta-feira, 25 de novembro de 2005

A PEMBA do Júlio Carrilho II.

(continuação daqui)

As Origens e o crescimento da cidade.

A pequena povoação à volta do porto.

A formação da avenida Conselheiro Vilaça (mais tarde rua Jerónimo Romero).



Na primeira imagem (talvez antes de 1912), que é um outro pormenor da fotografia precedente (postal reproduzido em Loureiro, op. cit., pág. 175), notam-se claramente demarcadas a estrada principal e o seu cruzamento com a que vem do porto e uma outra que vai a norte, na direção do assentamento de Paquitequete.
A segunda (postal, AHM 2224, pormenor) é datada de 1912 e já aparece o edíficio com telhado de quatro águas, mais tarde destinado ao Tribunal e que ainda existe.
Na terceira (postal, AHM 148, pormenor), não datada, mas certamente do fim dos anos Vinte, é evidente o alinhamento dos edifícios e a realização de passeios.
Fotos e texto extraídos da recente publicação "Pemba as duas cidades" de autoria da Sandro Bruschi, Júlio Carrilho e Luis Lage.
Edição
FAPF (Faculdade de Arquitectura e Planeamento Físico da Universidade Eduardo Mondlane - Maputo - http://www.architecture.uem.mz/
Clique nas imagens para ampliar.
Continuaremos colocando aqui, nos próximos tempos, imagens inéditas de Pemba e textos deste excelente trabalho "Pemba as duas cidades".
Agradecemos aos autores e a Z. N. C.

Nenhum comentário: